Desejaria adiar tudo isso... Ficar sozinha


Costumava sempre correr para o colégio,como um refugio de minha casa, muitas brigas, lágrimas,declarações de ódio, sempre para os braços e risadas de amigos, todavia uma vez isso se tornou meu terror. Não aguento mais aquelas risadas altas, gritos, falas, presenças, aquele lugar se tornou meu pesadelo.
Engraçado como eu fugia das pessoas, preferia ficar sozinha ou em casa.
Costumava correr pra chegar o quanto antes em casa e comer, ver TV, mexer no computador ou contar meu dia mesmo que fosse para meus amigos imaginários.
Ou corria para chegar e me trancar no quarto, tirar a roupa, a maquiagem e o sorriso forçado, ficar sozinha, me sentia bem lá.
Agora desejo adiar tudo isso, desejo ficar sozinha na rua, olhando as pessoas passarem e ouvindo os carros correrem na pista, ou o barulho monótono das construções, vento ou animais. Apenas eu e eu...
Não é mais confortável ficar em casa, as pessoas lançam palavras que me machucam, meus pensamentos são confrontados, é uma prisão.
Me sinto observada em meu quarto, é terrível, me sufoca, parece que a qualquer momento irei sufocar com minhas palavras e pensamentos, e morrerei,logo dirão que era drama.
Olhar no espelho é uma tortura, vejo como ao mesmo tempo pareço bem colocando um sorriso que me mata, ao mesmo tempo se não passar maquiagem, mostrarei minhas olheiras de noites acordadas e olhos inchados de chorar, e por dentro estou morrendo... morrendo de culpa, impotência, meus pensamentos, meu corpo,meus atos, as pessoas a minha volta, aquele vazio que cresce e não para, o medo... Eu.
Eu sou a causa de tudo, eu peço socorro e ninguém escuta...
Eu me perdi. Me perdi em meus pensamentos, não me reconheço, não sei o que me tornei ou que sou, desejo apenas que isso acabe.
Quero um braço para chorar, um momento para mim, alguém que me abrace e diga que tudo ficará bem, afague meus cabelos, beije minhas testa e me proteja... Me proteja de mim mesma.

O meu maior medo é a minha mente, ela me tortura, tirou meus abrigos, minha família, a mim mesma... Me trouxe dor, o vazio, o cansaço, o medo e a solidão,mesmo acompanhada estou sozinha.


Ísis




Ariela Oliveira disse...

A mente é mesmo o pior lugar onde podemos estar presos. Pensamentos negativos podem corromper uma pessoa, destruir sua vida. Augusto Cury defende que devemos ser livres em pensamento. Amei o texto, parabéns!!

Jessica Rabelo disse...

O texto ficou emocionante e verdadeiro. Eu tinha medo de minha mente, até aprender à me amar e ser feliz com ela.
Eu me vi no seu texto Isis.
Estou chocada, emocionada e alegre por ter lido algo tão próximo de mim
Beijos.

Fantástica Ficção

O Senhor dos Livros disse...

Que tenso hein, super triste e infelizmente a realidade de muitos.
Olhar para frente e para cima é a solução :D

osenhordoslivrosblog.wordpress.com

Gata Literária disse...

Isis, muito intenso seu texto, triste também. Se isso for algo que realmente está acontecendo busque ajuda profissional, depressão é uma doença séria e não é bobagem. Não se deixe controlar. Se precisar conversar, estou à disposição.

Jardim literário disse...

Oi Ísis , que texto lindo! A nossa mente é mesmo incrível, ela tem poder de nos fazer ver , ouvir e sentir coisas que muitas vezes pequenas tornar-se dores insuportáveis para carregar.
Mais nunca podemos deixar que ela nos domine, amor sempre será a solução!! Se precisar de um amor amigo só me chamar!!
Beijos

Gisele Lopes disse...

Olá Isis! Que texto profundo e intenso... Me identifiquei com ele em diversos momentos. Nossa mente é capaz de fazer coisas incríveis, mas ela também pode ser absurdamente cruel, nossa principal vilã. É preciso cuidar dela, da mesma forma que cuidamos do nosso corpo físico. Alimentá-la com coisas que nos faz bem, deixá-la confortável e sempre plena. Ótimo texto, parabéns.

https://abducaoliteraria.wordpress.com

Amor pelos Livros disse...

Oi,
Nossa muito forte esse texto. Senti o que você transmitiu nesse conjunto de palavras e realmente acredito que devemos ter momentos só nossos, onde devemos nos conhecer, entender quem somos por dentro e não deixar pensamentos negativos dominar nossa mente.
#Força

Paixões Literárias disse...

Oiie
Que texto lindo e profundo. Me identifico na parte de querer chegar logo em casa e me trancar, ver séries, ler livros ou algo do tipo. Isso evita que eu me decepcione com as pessoas, o que acontece muito quando se espera muito dos outros.
Bjos, Bia! 💋

Aline Bechi - Amor Literário disse...

Olá, tudo bom? Que texto mais triste!
Sei como é se sentir assim, mas apesar de tudo há uma saída.

Beijos
https://amorliterarioblog.blogspot.com.br/

Ana Júlia ♡ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Júlia ♡ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Girlane disse...

Ain q sufocante!! Espero q vc encontre uma saída e que um dia sinta-se bem onde estiver.
Só numca desista, tem muito mais na vida além da dor. Ah! E vc nunca está sozinha, se nao Deus, com certeza alguém zela por ti sem vc saber.
Ja fui "escrava" da ansiedade, e é uma batalha diária... Bjs💗